Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

amulherqueamalivros

03.07.23

A Floresta de Birnam, DE Eleanor Catton

Cláudia Oliveira
  A Floresta de Birnam. É este o nome do coletivo de cultivo de guerrilha que Mira Bunting fundou há cinco anos. Organização ilegal, cujas ações se concretizam na fronteira do crime e do altruísmo na Nova Zelândia, é um grupo ativista que, na clandestinidade, cultiva terrenos nos quais ninguém repara. Há já algum tempo que o grupo se esforça por ser autossuficiente, e, por fim, Mira parece descobrir uma possibilidade. Aquilo que lhes permitirá resistir a longo prazo (...)
17.05.23

As Mães. de Brit Bennett

Cláudia Oliveira
O romance de estreia de Brit Bennett, autora do fenomenal a outra metade e herdeira da tradição literária norte-americana firmada por James Baldwin, Toni Morrison e Chimamanda Ngozi Adichie. Sobre o pano de fundo de uma comunidade afro-americana marcada pela religião, no Sul da Califórnia, As Mães conta uma história comovente e perspicaz sobre amor e ambição. Tudo começa com um segredo: «Todos os bons segredos têm um determinado sabor antes de os contarmos, e, se (...)
15.05.23

Leme, de Madalena Sá Fernandes

Cláudia Oliveira
Li um dos melhores livros, lançado este ano, escrito por uma escritora portuguesa. É sempre emocionante quando a literatura portuguesa me toca nesta dimensão. Vibro tanto. Abraço tanto o livro. E releio passagens. Encantada.  Tem as palavras na medida certa. Apesar de ser um livro pequeno, consegue condensar o sofrimento e a angustia de uma mulher, decidida a guardar os seus fantasmas. Consegui criar maior ligação com este livro do que com outros calhamaços que eu li (e vivi (...)