Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

amulherqueamalivros

12.06.23

As Coisas que Faltam, Rita da Nova

Cláudia Oliveira
Um minuto para aprecisarmos esta capa. Ana Luís protagoniza esta história. Com oito anos, ela quer encontrar o seu pai. A falta que ela considera necessário para preencher a sua vida.  O mais interessante neste romance é a relação fria que ela tem com a mãe que lhe nega a vontade de conhecer o seu pai.  A escrita da autora tem pormenores interessantes. Desculpem-me ser tão superficial em relação a este livro, mas tenho dificuldades em partilhar uma opinião sobre uma pessoa (...)
09.06.23

O Quarto do Bebé, Anabela Mota Ribeiro (opinião)

Cláudia Oliveira
Um diário intimo e cru. Uma corrente de memórias e confissões.  A narradora transmite sofrimento e angústia. Perda, confinamento, doença, infertilidade são os temas abordados.  Existem inúmeras referências literárias. Machado de Assis, obviamente. Ela é a autora da sua biografia em Portugal, A Flor Amarela. Elena Ferrante, Vírginia Woolf e Svetlana são mencionadas. A escrita recordou-me a de Virgínia Woolf.   Foi uma experiência desconcertante ler este livro. (...)
30.05.23

Livro de junho para o clube do livro

Cláudia Oliveira
  SINOPSE Viena, 1938. Samuel Adler tem apenas 5 anos quando o pai desaparece, na infame Noite de Cristal – a noite em que a sua família perde tudo. Procurando garantir a segurança do filho, a mãe consegue-lhe lugar num comboio que transporta crianças judias para fora do país, agora ocupado pelo regime nazi. Samuel embarca sozinho, deixando a família para trás, tendo o seu violino como única companhia. Arizona, 2019. Anita Díaz e a mãe tentam entrar nos EUA, fugindo à (...)