Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

amulherqueamalivros

16.08.17

"AS VINHAS DA IRA" | JOHN STEINBECK

Cláudia Oliveira
 "As casas no campos, tinham sido abandonadas, e os campos consequentemente, também haviam sido abandonados. Somente nos depósitos dos tractores, cujas chapas onduladas brilhavam como prata polida, havia vida e esta vida era alimentada com metal, gasolina e óleo, enquanto os discos das charruas reverberava ao sol." "Os ratos entravam e acumulavam provisões aos cantos, nas caixas e ao fundo das gavetas, nas cozinhas. E as doninhas entravam e caçavam os ratos, e as corujas pardas (...)