Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




QUER ANUNCIAR O SEU LIVRO? contactoclaudiaoliveira@gmail.com



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D



VEDA #19 VI "13 REASONS WHY" | 13 DESABAFOS

por Cláudia Oliveira, em 19.04.17

 

Contém SPOILERS

Vi a primeira temporada completa e preciso de desabafar COM SPOILERS. Cá vai mais um vídeo de "Só Mais um Episódio".

 

13 Reasons Why | Official Trailer [HD] | Netflix

 

goodreads twitter instagram facebook

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.04.2017 às 14:07

Peço desculpa, mas o dever da arte (e hoje em dia, televisão é uma arte, é um dos meios mais criativos do nosso tempo) não é responsabilizar, não é advertir, não é arranjar soluções. O dever da arte é existir e contar uma história através de um processo criativo.
Se há miúdos que não são maduros o suficiente para ver a série / filme / livro, é o dever dos pais não deixar... Agora não é o dever da série educar, nunca. Isso cabe aos pais.

Relativamente ao final, eu acho que dá esperança. Porque no fim de tudo os que sobrevivem é que têm de aprender a voltar a viver. E não seria justo se não o fizessem.

Quanto à minha identificação, eu não tenho blog mas chamo-me Rita!
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 20.04.2017 às 14:49

Rita,

eu não concordo nada (excepto quando disse "o suicídio não é bonito"; "uma depressão não anda a chorar pelos cantos") com a sua opinião e expressei tudo o que sinto em relação à série no meu vídeo. Obrigada pela partilha da sua opinião também. Acho que a série meteu os pés pelas mãos. E não gostei do que foi feito, pelo contrário.
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 20.04.2017 às 14:52

Os pais não têm acesso a tudo o que os filhos assistem. E os media têm importância na vida de todos, é uma grande máquina na arte de influenciar. Desde padrões de beleza, doenças, etc... Logo para mim, tudo o que é feito para jovens tem de ser feito com responsabilidade. Por culpa de muitos padrões implementados pela impressa, media, televisão é que a sociedade tem certas atitudes. E existem preconceitos etc...
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 20.04.2017 às 14:54

Acha justo dar esperança, então acaba por concordar comigo. Existem saídas. Mas não acha justo que sejam chamados à responsabilidade os culpados? Eu acho que teria mais justo, assim como a Rita acha que foi justo dar esperança, dar responsabilidade a quem cometeu crimes.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.04.2017 às 15:35

Mas essa é a questão, o que nós achamos. Não somos nós que fizemos a série, claro que podíamos dizer "ah preferia que tivesse acabado assim". Mas não podemos dizer que a série é irresponsável porque os culpados não são apanhados. É uma decisão criativa!
Os media são os meios de comunicação social e esses sim têm de ter responsabilidade no que dizem e informam, porque têm o dever de informar correctamente.
Tudo o que é arte não tem nenhum dever. Pode ser criticada, sim, sem dúvida nenhuma! Pode e deve. Os realizadores podem ser chamados à atenção (e são) por não terem casts diversos o suficiente - algo que está a ser corrigido!- , por não haver mulheres suficientes em papéis de destaque sem cair em estereótipos estúpidos, etc.
Agora se vamos atrás de séries, filmes, livros, o que quer que seja porque temos medo do conteúdo.. Ui, que caminho tão perigoso. Vamos censurar o Mein Kampf, o triunfo da verdade (filme), filmes extremistas religiosos por medo? Não, nunca. Tem de caber à pessoa ver, digerir, e tomar as suas decisões.
Bem sei que os pais não têm acesso a tudo, mas peço desculpa, isso é problema dos pais. Hoje em dia há mil maneiras de controlar o que os filhos vêm na internet ou têm acesso. Nunca pode ser o trabalho da arte educar, nunca. Se não deixar de ser arte e passa a ser "escolinha". E esta série não é dirigida a adolescentes, é dirigida ao público do netflix. Se há adolescentes que têm acesso, então têm de ser os pais a decidir se dão acesso ilimitado ou não, ponto.

Compreendo perfeitamente as tuas críticas e gostei do teu vídeo, mas quando as pessoas falam da responsabilidade da arte aí discordo completamente.
Muito sucesso!
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 20.04.2017 às 15:46

"Bem sei que os pais não têm acesso a tudo, mas peço desculpa, isso é problema dos pais. "

Não é. Recomendo que veja a série "O começo da vida". Poderia estar a falar nisso por mito tempo mas acredito que não ia entender depois de ler os seus comentários. Temos pontos de vista diferentes, vamos respeitar isso?

E continuo a não concordar com nada do que disse. Nunca em censura. Falei em falta de responsabilidade. E eu tenho a minha opinião fundamentada em cima.

Obrigada por partilhar a sua opinião, é importante conhecer a opinião alheia e ver outros pontos de vista, mas apesar de respeitar não concordo nem altero a minha opinião.

Comentar post




QUER ANUNCIAR O SEU LIVRO? contactoclaudiaoliveira@gmail.com



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D