Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




SOU LEITORA BETA CONTACTE-ME PARA AVALIAÇÃO contactoclaudiaoliveira@gmail.com

BREVEMENTE

Resultado de imagem para mario de carvalho novidade porto editora  Cronovelemas






CLUBE DOS CLÁSSICOS VIVOS

Resultado de imagem para a ilustracasa de ramires asa eça

17799538_T2Wgf.jpeg

 

Depois de ler Gonçalo M Tavares duas vezes, primeiro com O Senhor Valery, depois com Aprender a Rezar na Era da Técnica, ele passou a integrar a minha lista de autores portugueses preferidos. Assim que soube que íamos ter dose dupla no mês de Dezembro, meti na lista de desejos os dois títulos: Os Velhos Também Querem Viver e A Menina Está Perdida no Seu Século à Procura do Pai.

Comprei em primeiro A Menina Está Perdida no Seu Século à Procura do Pai porque este título conquistou-me à primeira vista (tenho uma pancada por títulos com as palavras: menina, mulher, rapariga). Assim como a capa. Na última visita à Fnac do Colombo, comprei-o e comecei a lê-lo no dia seguinte. São duzentas páginas, como se fossem cem.

A edição está linda. A Porto Editora está de parabéns! Nota-se zelo na edição.

transferir (1).jpg

 

17799541_8zcob.jpeg

 

Marius encontra uma menina chamada Hanna na rua. Ela tem catorze anos, trissomia 21 e junto dela está uma caixa com indicações específicas para quem for lidar com ela. Marius foge de algo. Hanna procura o seu pai.

17799543_ZWBSn.jpeg

 

Ao longo do enredo vamos conhecer várias histórias, vários personagens. Um fotógrafo que colecciona fotos de animais e pessoas com deficiências, uma família que cola cartazes em vários lugares do mundo, donos de um hotel que deram aos quartos nomes de campos de concentração. A criatividade do autor é inegável.

Cada capítulo tem uma mensagem sublime, por vezes indecifrável. Não se consegui captar tudo o que o autor quis transmitir. Parece-me uma chamada de atenção para vários assuntos. A forma como a sociedade lida entre si. As motivações desiguais de cada indivíduo. Os rostos revelam o que a mente esconde? Seguir em frente, lutar, ir atrás, fazer alguma coisa mesmo que muda apenas uma mente.

Gostei de ler este livro. Apesar de não sentir grande empatia com os personagens, nem nenhuma conectividade emocional, gostei de passar algumas horas ao lado de Marius e Hanna.

17525641_7MyeP.jpeg

 

A escrita de Gonçalo M Tavares surpreendeu-me. É mais simples, sem rodeios, ao contrário dos romances que li no passado.

17799551_a6scn.jpeg

 

Estive entre três estrelas e quatro. Decidi-me pelas três estrelas. Não me arrebatou, apesar de reconhecer a qualidade do autor. Posso dizer que é um dos melhores da actualidade, eu acho. Gostei do livro, contudo recomendo com reservas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Lizzie Bennet a 17.12.2014 às 17:02

Obrigado pela dica, vou ler esse livro.
Sem imagem de perfil

De Rui Fonseca a 02.01.2015 às 22:43

Li o livro. Não gostei. E não gostei porque não o entendi.
Vi o youtube com entrevista ao autor sobre este livro e continuo confundido.
Gonçalo M Tavares é um autor prestigiado, sobretudo no estrangeiro. Suponho que não seja muito lido em Portugal.
Gostei bastante de Jerusalém.
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 03.01.2015 às 17:07

Eu acho que entendi. Mas a leitura é uma experiência muito pessoal. Depende muito do momento também. :)
Sem imagem de perfil

De Paulo a 12.04.2016 às 02:33

Gonçalo M. Tavares é um produto de marketing. É um produto igualmente de uma certa classe moribunda, velha caquética intelectualoide que à falta de uma referência literária como foi José Saramago resolveu abraçar Gonçalo M. Tavares como a "última coca-cola do deserto". Mas na realidade pura e crua, Gonçalo é apenas um escritor banal de frases curtas que explora uma linguagem aforística e temas que chamam a atenção dos leitores, sem fazer disso bons livros, mas antes livros notadamente medíocres.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 04.07.2016 às 10:23

Estou curioso para saber o que para si são "bons livros"... é muito fácil criticar o que não se gosta ou não se conhece... Já não há pachorra para estas crítics grauitas e infundadas...
Sem imagem de perfil

De Paulo a 22.08.2016 às 01:03

Bons livros: bem escritos, isto é, com domínio integral da língua; com uma história e uma ideia, sobretudo, que seja acréscimo à história da literatura e não apenas mais uma (coisa que ele de facto faz sempre, explorando temas já saturados e explorando-os muito mal); que a ideia seja aplicável universalmente, quer dizer, entendida em todo o mundo. Coisa que ele nunca fez.
Sem imagem de perfil

De Paulo a 24.10.2016 às 16:48

Veja-se este artigo sobre ele, e explore-se mais no blogue sobre ele

http://elogiodaderrota.blogspot.pt/2016/10/nesta-mensagem-encriptada-esta-o.html

Comentar post




SOU LEITORA BETA CONTACTE-ME PARA AVALIAÇÃO contactoclaudiaoliveira@gmail.com

BREVEMENTE

Resultado de imagem para mario de carvalho novidade porto editora  Cronovelemas






CLUBE DOS CLÁSSICOS VIVOS

Resultado de imagem para a ilustracasa de ramires asa eça