Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


QUER ANUNCIAR O SEU LIVRO? contactoclaudiaoliveira@gmail.com


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


subscrever feeds



NOVIDADE | AVENIDA Q

por Cláudia Oliveira, em 02.08.17
 

 Regressa em Setembro. Diz que é um espectáculo a não perder. Desta vez vou, ai vou vou. 

 

Irreverente, emocionante e genial, AVENIDA Q, considerado pelos espectadores como uma "lufada de ar fresco na cena teatral nacional" continuará a contar com Ana CloeDiogo ValsassinaSamuel AlvesGabriela BarrosInês Aires PereiraRui Maria PêgoRodrigo Saraiva e Manuel Moreira. O espectáculo, que pode ser visto ser como “uma rua sésamo para adultos”, é vencedor de 3 Tonys e contou com salas esgotadas em Lisboa desde o primeiro dia.

A história acompanha Luís, um recém-licenciado cheio de esperanças, Paula (a porca), Félix (o gay no armário), Trekkie (o tarado), entre outros. Juntos, tentam encontrar um propósito na vida e falam sobre os temas existenciais que nos afectam a todos, num espectáculo inovador que mudou a Broadway e apaixonou os espectadores.

 

Já podes comprar o teu bilhete nos lugares habituais. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Otelo | Pela Byfurcação Teatro

por Cláudia Oliveira, em 26.08.16

 

 

Ontem fui à antestreia da peça Otelo, de Shakespeare pela Byfurcação Teatro na lindíssima Quinta da Regaleira. O espectáculo aconteceu no Jardim das Artes, com o tempo a nosso favor. A partir de dia 26 de Agosto, a Quinta da Regaleira será o palco de quatro peças emblemáticas o que torna a ida ao teatro numa experiência única. 

 

Entre dia 26 de agosto e 8 de outubro a Quinta da Regaleira será o pano de fundo da história de amor entre Otelo e Desdémona. Confesso que nunca li a peça, mas pretendo corrigir em breve essa falha. Fiquei encantada com a audácia e genialidade de Shakespeare. Recomendo que visitem a Quinta da Regaleira  e aproveitem para ir ver a peça. Os espectáculos decorrem às quintas, sextas e sábados às 21:30. O preço dos bilhetes de 15 euros. 

 

A obra foi escrita no século XVII. Otelo, um mouro general de pele escura, encanta a filha do senador de Veneza, a pura Desdémona. De culturas e educações diferentes decidem fugir para casar contra o pai dela. No entanto, a confiança entre os dois vai ser abalada pelas desconfianças que o alferes Iago tenta implementar na cabeça de Otelo. Iago é um homem revoltado pelo facto de nunca ter sido nomeado tenente e decide vingar-se.

 

O cenário da peça é composta por várias cordas que representam o navio, a vida no mar. Dá uma agressividade em algumas cenas e transmite força em outras. A cena inicial é bela, demonstra a maldade e força dos homens. A areia no chão serve de palco e nos momentos de tensão a poeira cobre o ambiente de uma forma quase mágica. 

 

O guarda roupa dos actores é lindíssimo, especialmente os vestidos das duas mulheres presentes na peça: Desdémona e a sua amiga Emília. Ambas personagens muito frágeis e simultaneamente fortes. 

 

Os actores foram fantásticos! Houve entrega de corpo e alma. Fiquei completamente rendida ao talento do actor Sérgio Moura Afonso (Iago). Iago é o grande vilão desta peça e o actor conseguiu transmitir só com o olhar a crueldade e a maldade, ambos traços da sua personalidade. Ao longo da peça, há um jogo de palavras cómicas e trágicas no seu discurso, em momento algum perdi vontade em escutá-lo. As cenas entre Iago e Otelo são fantásticas, os nervos cercam o ambiente e ficamos expectantes em relação ao futuro dos dois. 

 

Uma das minhas cenas preferidas é protagonizada pela Emília. Perante o seu discurso fiquei presa à genialidade de Shakespeare e ainda não consegui parar de pensar no que ela disse em relação às diferenças e semelhanças entre os homens e mulheres. 

 

A peça tem a duração de uma hora e meia, feita  com primor, debaixo de uma noite serrada. Sofremos com Desdémona, odiamos Iago e pelo meio ainda rimos. Parabéns a toda a equipa e obrigada pelo convite. 

 

Uma experiência inesquecível. Vamos ao teatro. 

 

Site bYfurcação

Quinta da Regaleira

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fui ao teatro ver a peça Guia Para a Felicidade com a Teresa Guilherme e o Manuel Marques. Está no Villaret. Como dizer isto sem chocar a malta? Não dá, tenho de ser direta. A Teresa é péssima atriz. Nem paixão pelo texto vi no palco. Quem levou a peça toda às costas foi o maravilhoso ator Manuel Marques. Só valeu a pena por ele. 

Foi a primeira vez que fui ao teatro com uma sala tão vazia. Estava lá a Sofia Ribeiro, a Isabelinha (a comer pastilha de boca aberta), o Gustavo Santos (por acaso é referido na peça, a Teresa quando o viu, riu-se imenso) e a Mónica Jardim. Querem a verdade? Não gastem dinheiro para ir ver esta peça, vale muito mais a pena ir ver a peça no Casino Estoril, Noite das Mil Estrelas

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vão ao teatro?

por Cláudia Oliveira, em 10.05.15

Este texto foi escrito para o projecto #comcanela. O projecto consiste num texto com um tema aleatório todos os meses ao dia dez, às dez horas. Os participantes abordam o mesmo assunto e publicam os seus textos no mesmo dia/hora. #comcanela conta com os três participantes: O Informador e O Homem Certo e eu. Para participar é necessário usar a hastag #comcanela.

***

O meu primeiro contacto com o teatro foi na escola. Organizavam turmas para irem ao teatro ver peças infantis, não sei se ainda o fazem. Mais tarde, acabei por participar em duas peças amadoras. Uma na Biblioteca onde fiz de dragão , outra na escola onde eu mesma escrevi a peça de teatro para os outros participarem. A nossa turma recebeu outra turma vinda de não-sei-onde, para os receber encenámos a peça. No final o professor agradeceu-me, chamou-me ao palco e deu-me flores. Eu estava muito envergonhada mas não escondia a felicidade. Isto porque na escola sempre fui invisível, receber aplausos foi o mais longe que consegui. Aliás, este meu professor marcou-me imenso porque puxava imenso pela minha criatividade. O momento da grande desilusão foi quando não ganhei o concurso de poesia porque não recebi mais aplausos do que a outra rapariga. Imaginem, ela era mais popular, pois claro. 

Sempre gostei de teatro, mas fui deixando para lá. Houve uma altura que pensei em organizar um clube de teatro amador aqui em Alenquer, mas desisti da ideia. Não percebo assim tanto do assunto. Vou cada vez mais ao teatro, incentivada por amigos meus. A última peça que fui ver foi  há duas semanas com o Ricardo. Fomos ao Casino do Estoril ver A Noite das Mil Estrelas do La Féria. Emocionei-me, diverti-me, saí de lá muito feliz. Adoro uma boa noite de cinema e teatro. 

Dizem que os portugueses vão pouco ao teatro, mas todas as semanas estreiam peças novas e sempre que vou as salas estão cheias. Será? 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

O Time Out in Time deste mês foi três em um. 

 

IMG_2474.JPG

 

A revista Time Out desta semana oferece um desconto de 50% numa refeição no Honorato para duas pessoas no Príncipe Real. O Honorato é uma hamburgueria muito recomenda pela Time Out, assim como todos os restaurantes do Mercado da Ribeira. Já lá tinhamos ido, voltámos. O nosso jantar foi um hamburguer Honorato com batatas fritas. No meu caso, coca-cola para beber. 

IMG_2475.JPG

 

IMG_2479.JPG

Depois fui provar os gelados Santini. Sabores escolhidos, doce de leite e manga. 2.90€ este copo. Realmente são deliciosos e cremosos. 

FullSizeRender.jpg

 

Ontem foi a estreia da peça Boeing Boeing no Villaret. Comprámos  os bilhetes para a estreia a semana passada. Sala cheia, famosos, fotógrafos. A revista Time Out desta semana oferece o segundo bilhete na compra de um para os dias 21 e 22. Vale muito a pena! O preço de cada bilhete é 15 euros. 

IMG_2488.JPG

 

FullSizeRender_1.jpg

 A história é bastante divertida. Junta actores conceituados e conhecidos do grande público. Para mim, a grande surpresa foi a Elsa Galvão, faz de empregada Berta. Uma empregada resmungona, capaz de roubar as cenas dos colegas sempre que entra. Mesmo não sendo a protagonista o seu papel acaba por ter bastante força e superar todas as expetativas iniciais. Foi sem dúvida a atriz que mais me fez rir durante a peça. Não conto a história para não estragar surpresas. Mas juro, vale bastante a pena irem ver. Não se vão arrepender. 

IMG_2496.JPG

A mulher da foto é a Sofia Ribeiro. Gostei bastante de a ver. É linda de morrer e faz de brasileira atrevista na perfeição. Todavia, com algumas falhas no sotaque. A alemã Bárbara Norton de Matos foi outra surpresa agradável. O papel dela é divertido, o segundo melhor da peça. Uma fria, mas apaixonada alemã. 

A peça tem os seus clichés, e alguns diálogos rasos. Assim que começas a ver a peça, sabes mais ou menos como vai terminar. E são capazes de adivinhar alguns diálogos de tão previsíveis. Achei o final fraquinho em relação ao resto da peça. No geral, é um momento muito bem passado, de chorar a rir. 

Estou mesmo satisfeita por ter passado a ir mais vezes ao teatro. Até ao momento, foi o meu Time Out in Time preferido. 

IMG_2497.JPG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


QUER ANUNCIAR O SEU LIVRO? contactoclaudiaoliveira@gmail.com


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


subscrever feeds