Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dois Rios | Tatiana Salem Levy

por Cláudia Oliveira, em 23.02.16

IMG_8505.PNG

 

No Goodreads

Minha pontuação 4*

 

Autora brasileira, editada em Portugal. O seu romance mais conhecido chama-se A Chave da Casa. Dois Rios foi publicado pela Tinta da China em 2012. No mesmo ano, a editora lançou também Curupira Pirapora, uma história infanto-juvenil pertencente ao Plano de Leitura Nacional. 

 

Dois irmãos gémeos, a Joana e o António, recebem uma noticia que irá quebrar a ligação existente entre eles. O que restou do passado será desenterrado após conhecerem uma mulher francesa chamada Marie-Ange. O livro está dividido em duas partes. Primeiro a Joana.  As memórias acabam por vir à tona quando regressa a Dois Rios, a cidade onde passava férias com o irmão. A infância está em cada canto daquela lugar daquela cidade. Depois o António. A tentativa de aproximação em relação ao irmão. O encontro e desencontro com o amor. 

 

Gostei muito da forma como a Tatiana Salem Levy resolveu contar esta história. Ela mistura doçura e sofrimento. A história é delicada. A infância e o amor. Os fantasmas do passado e as ligações quebradas. A vida segue, as pessoas mudam. Algumas nunca recuperam, outras colocam para debaixo do tapete os fantasmas. 

 

Mexeu com as minhas memórias de infância. A primeira parte foi lida com agonia. Parei diversas vezes a leitura para respirar fundo. Felizmente, a segunda parte trouxe alguma leveza. Para mim, porque o António sofre muito com o abandono. 

 

"Quero rever o lugar onde eu passava as férias de verão, retornar ao que deixei adormecido no tempo, aos dias e à noite da morte do meu pai."

 

O lugar onde passamos as férias é uma cicatriz ou uma tatuagem. A vida traz e leva pessoas. E não precisam de morrer para deixarem de pertencer à nossa vida.  Recomendo aos leitores que gostam de histórias tristes. 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


AUTORES QUE NOS UNEM

VISITA O SITE