Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"A SERPENTE DO ESSEX" | SARAH PERRY

por Cláudia Oliveira, em 21.04.17

Munkee_0421094713.jpg

 

Fico muito feliz quando encontro editados livros escritos por mulheres, com qualidade e uma capa maravilhosa. Parabéns à Minotauro pela escolha e trabalho. Tem surpreendido com os lançamentos.

 

Sarah Perry nasceu na Inglaterra, no Essex, tem 38 anos e este é o seu primeiro romance. Nem quero imaginar os seguintes. Esta mulher escreve de uma forma linda e única. É uma narrativa envolvente, sensorial e crua.

 

Este romance foi finalista do prémio "Costa Book Award" do ano passado. Na capa e na aba estão elogios de outras escritoras igualmente talentosas e vencedoras de outras prémios literários: Sarah Waters, Jessie Burton e Helen Macdonalds, " Uma obra de grande inteligência e encanto, de uma autora extremamente talentosa"; Adorei este livro..."; "Sarah Perry tem o dom raro...". Adoro quando mulheres elogiam outras mulheres dentro da mesma área.

 

Vamos à história e à minha opinião. 

 

Primeiro, a história passa-se em Londres durante o ano de 1983. Cora perde o marido mas não parece muito preocupada. Aliás, sentimos a frieza na personagem e alguma dificuldade em entender a sua postura em relação à morte do seu companheiro. É estranho. Cora não me agradou logo, mas deixou-me curiosa para saber mais sobre ela. E foi esse o encanto da história. Pelo menos para mim. A protagonista, a força da sua presença e todas as camadas que ela apresenta perante o matrimónio, a maternidade e a amizade. Após a morte do marido ela decide ir até Essex após escutar uma história sobre uma mítica serpente que assombra os dias da população daquela região. Ela quer ver com os seus próprios olhos, ela quer descobrir e experimentar uma vida diferente. No fundo, quer estar como bem entender. E logo aqui vemos que Cora não é uma mulher comum. 

 

Há todo um retrato da população e do ambiente vivido nas vilas modestas de Londres no século XIX. É feita uma descrição maravilhosa da natureza. Já viram fotos do Essex? Experimentem. Sarah Perry consegue transmitir na perfeição a paisagem verde, o ambiente húmido e gótico.

 

Nesta história a Cora não é única mulher espantosa. Martha, a amiga de Cora, é uma mulher lutadora e cheia de atitude. Adoro-a. Não fica na sombra da protagonista e consegue destaque em muitas cenas. Este livro está cheio de personagens realistas. Todos eles.

 

O livro tem um ritmo lento. Mas eu gostei. Um corpo em movimento cheio de lama. Uma descrição perfeita para a minha experiência de leitura. Em alguns momentos tive a sensação de estar a ler um clássico tal o requinte e a forma primorosa de algumas passagens. 

 

Não adianto mais. Descubram vocês. Não gosto de desvendar muito, mas adoro boas personagens e um bom enredo. Aqui está. O livro vale a pena e recomendo.

 

 

Aproveitem, participem no passatempo. AQUI

(livro cedido pela editora)

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


QUER ANUNCIAR O SEU LIVRO? claudiaoliveira23@gmail.com


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D