Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

amulherqueamalivros

COM O MAR POR MEIO | JOSÉ SARAMAGO E JORGE AMADO

share.jpg

 

 

Quanto vale uma amizade distanciada por um oceano? A amizade entre estes dois grandes nomes sonantes da literatura, José Saramago e Jorge Amado, tem uma enorme dose de admiração e apreço. Podemos confirmar através das cartas trocadas entre eles durante o período de 1992-1998. É uma amizade composta de confidências e sinceridade. É notório o carinho entre eles e a comum paixão pela escrita. Para além de um sentido de humor bastante refinado e audaz. 

Estava ansiosa para ler este livro recentemente lançado pela Companhia das Letras. Sou uma leitora apaixonada pela obra dos dois. Jorge Amado veio primeiro, na adolescência, li vários títulos. José Saramago veio mais tarde, numa fase transformadora. Ambos marcaram o meu percurso literário e são fortes influências na minha vida. Não consegui evitar as lágrimas durante a leitura. 

 

share (1).jpg

 



A edição de primorosa e muito bonita. Contém fotografia, cartas digitalizadas e devidas referências. A letra do texto está azul em homenagem à cor do mar e à tinta da caneta usada nas cartas. A organização ficou a cargo da filha de Jorge Amado, Paloma Jorge Amado, Bete Capinan e Ricardo Viel. O livro foi lançado na Flip de 2017 na Flip após a extraordinária ideia de Pilar del Río de criarem a Casa Amado-Saramago. Finalmente chegou a Portugal e já podemos ler as palavras trocadas entre os dois. Que privilégio! 

 

"Já se sabe que todos os dias são bons para desejar felicidades aos amigos, mas nesta época, no limiar de um novo ano apetece rodeá-los de todos os votos benéficos e de todos os abraços carinhosos."

 

Entre alegrias e tristezas, entre conquistas e derrotas acabamos por invadir a privacidade da correspondência dos dois e transformar a experiência numa aprendizagem profunda. Não há distância possível entre uma amizade verdadeira e baseada no respeito. No final, ficou uma saudade apertada. 

 

Acabei por ler várias vezes alguns trechos e levo comigo palavras que jamais esquecerei. Recomendo muito.

7 FACTOS SARAMANGUIANOS SOBRE MIM

 

tempImage (1).jpg

 

Na Azinhaga, Golegã, a 16 de Novembro de 1922 nasceu José Saramago. Um escritor português galardoado com o Nobel da Literatura em 1998.

 

Quando li pela primeira vez um livro seu fiquei absolutamente encantada e nunca mais quis parar de ler as suas obras. A cada livro tenho uma surpresa e cresce uma admiração absoluta pelos seus livros.

 

Hoje pretendo fazer uma pequena de homenagem ao meu escritor preferido.

 

Tenho sete factos saramanguianos sobre mim para partir convosco: 

 

- O primeiro livro que li do Saramago foi Ensaio sobre a Cegueira

Fiquei abismada com esta história, como um soco no estômago. Vi o filme adaptado, mas não senti o mesmo impacto. Rendi-me.  Senti urgência em ler mais obras dele. Acho que é o livro ideal para conhecer a escrita do autor. 

 

- A minha história infantil preferida é A Maior Flor do Mundo

Já reli mais de cinquenta vezes e mais de vinte para os meus filhos. Acho a história encantadora, sobretudo unida à curta que existe com a voz do autor. 

 

 

 - Tenho dificuldades em decidir qual o meu livro preferido porque dividido-me entre As Intermitências da Morte e O Ano da Morte de Ricardo Reis

Já li vários, gosto de todos os livros que li. No entanto, nunca sei dizer qual é o meu preferido porque todos tiveram impacto em mim.

 

- Sou completamente apaixonada pela história de amor entre José e Pilar

Já vi mais de cinco vezes o documentário José e Pilar. Choro sempre. É absolutamente maravilhoso. 

 

 - Tenho uma parede no quarto dedicada ao Saramago. Tem uma frase que eu adoro emoldurada assim como um desenho do seu rosto. Numa moldura estão retalhos de algumas capas dos seus livros. 

IMG_20171116_075331_HDR.jpg

 

IMG_20171116_075341_HDR.jpg

 

 

- Sonho ir a Lanzarote - A Casa José Saramago. Estou a fazer planos para realizar esse pequeno sonho. 

Talvez para o ano. Seria brutal!

 

- Mantenho um projeto em que consiste ler a obra do escritor inteira. Fiz um vídeo a relacionar todos os livros dele para os mais diversos interesses literários. Fiquei muito feliz com o resultado final. 

 

 

 

Espero que tenham gostado e ficado a conhecer um bocadinho mais desta minha paixão pela literatura portuguesa e especialmente pelo escritor português José Saramago. Digam-me, ja leram algum livro escrito por ele? Gostaram? O que sentem em relação aos seus livros?

O Ano da Morte de Ricardo Reis | José Saramago

 

Vou tentar descrever o que senti durante a leitura deste livro maravilhoso de José Saramago. O Ano da Morte de Ricardo Reis é absolutamente fantástico. Fez-me amar mais Lisboa, as pessoas e a vida. O escritor conseguiu surpreender-me ao longo da leitura e viver algumas semanas no ambiente característico do século XIX. A mentalidade do povo português pouco mudou. 

 

Ricardo Reis regressa do Brasil depois de estar dezasseis anos longe do seu país. O estranhamento inicial e a procura de um lugar para chamar de lar. Passear pelas ruas lisboetas pelo olhar do médico foi agradável. A paixão e o amor entre duas mulheres tão diferentes. Personagens femininas fantásticas. Quando estas mulheres roubam a cena ao protagonista são, sem dúvida, as minhas partes preferidas.

 

Li o livro de forma lenta como a narrativa pede. São expostos vários temas a partir das observações dos personagens e acontecimentos. Os diálogos entre Ricardo Reis e o seu criador deixaram-me fascinada com a forma brilhante como o escritor resolveu contar esta história. 

 

Imersa enquanto folheei as páginas deste livro. Mexeu com as minhas emoções e emocionou-me. Cinco estrelas. 

Projecto Ler Saramago

Comecei o projecto Ler Saramago em Outubro de 2014. A última leitura relacionado com este projecto foi em Fevereiro. Tenho de retomar, tenho saudades. Escrevi opinião de todos os romances lidos. Quatro, por enquanto. 

 

  • Terra do Pecado, 1947
  • Manual de Pintura e Caligrafia, 1977
  • Levantado do Chão, 1980 
  • Memorial do Convento, 1982
  • O Ano da Morte de Ricardo Reis, 1984 - próxima leitura
  • A Jangada de Pedra, 1986
  • História do Cerco de Lisboa, 1989
  • O Evangelho Segundo Jesus Cristo, 1991
  • Ensaio Sobre a Cegueira, 1995 - reler
  • Todos os Nomes, 1997 -  reler
  • A Caverna, 2000
  • O Homem Duplicado, 2002
  • Ensaio Sobre a Lucidez, 2004 - reler
  • As Intermitências da Morte, 2005 - a ponderar a releitura, li há pouco tempo e ainda está fresco na minha memória, existe vídeo no canal, podem ver AQUI.
  • A Viagem do Elefante, 2008 - a ponderar a releitura, li há pouco tempo e ainda está fresco na minha memória.
  • Caim, 2009 - a ponderar a releitura, li há pouco tempo e ainda está fresco na minha memória.
  • Claraboia, 2011 - a ponderar a releitura, li há pouco tempo e ainda está fresco na minha memória.
  • Alabardas, Alabardas, Espingardas, Espingardas, 2014

Blimunda

Blimunda é a revista mensal que a Fundação José Saramago publica todos os meses. Pode ser descarregada AQUI. A última edição, número 37, inclui notas preparatórias que Saramago escreveu para o livro Ensaio Sobre a Lucidez