Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



SOU LEITORA BETA CONTACTE-ME PARA AVALIAÇÃO contactoclaudiaoliveira@gmail.com

BREVEMENTE

Resultado de imagem para mario de carvalho novidade porto editora  Cronovelemas






CLUBE DOS CLÁSSICOS VIVOS

Resultado de imagem para a ilustracasa de ramires asa eça

"ORIGEM" | DAN BROWN + PASSATEMPO

por Cláudia Oliveira, em 11.10.17

 

IMG_20171011_142830.jpg

 

 

Um mês antes de revelar à humanidade a sua grande descoberta Edmond é recebido por três lideres religiosos em Bilbau. O cientista trabalha numa especialidade relacionada com a teoria de jogos e modelos computacionais. É considerado uma espécie de profeta no mundo da tecnologia e é um conceituado cientista nos campos da computação e da teoria de jogos. Previu uma crise monetária europeia há uns anos que lhe deu imenso destaque. Após uma vasta investigação descobre algo que irá comprometer o futuro das religiões. O cientista tem as respostas para as grandes questões: De onde vimos? Para onde vamos? Há provas cientificas que todas as religiões têm um aspeto em comum: estão todas enganadas.

 

Este é o ponto de partida para o inicio da nova aventura do professor Robert Langdon. Convidado para o evento pelo ex aluno Edmond vai ver-se envolvido pelo mistério após uma situação na grande noite da revelação. Neste livro Robert parece estar mais contido, talvez esteja um bocadinho mais cansaço apesar de nunca parar no mesmo lugar. Continua a trazer maravilhosas informações relativas à arte através dos seus diálogos e pensamentos. Aprendo sempre imenso com ele. O que gosto nos livros do Dan Brown é precisamente isso, faz-me procurar na internet lugares que desconheço e ter vontade de os visitar. 

 

Quando escolho os livros dele a minha expetativa é encontrar o que eu encontrei, distração para os dias pesados. A leitura foi muito envolvente, as páginas voaram. É um no stop de ação e mistério. Através de personagens cativantes acabamos por acompanhar a resolução do grande mistério. Nunca fiquei aborrecida e é isso que eu espero dos livros do autor. Acho que posso afirmar que Dan Brown criou uma das suas melhores personagens, o Winston. Só li dois livros do autor, mas vou arriscar.

 

Não gostei nada do que se passou na página 242, mas gostava muito que me dessem a vossa opinião. Não acharam muito incoerente? As personagens femininas dele nunca me agradam e têm atitudes insuportáveis. Também tem cenas pouco surpreendentes e senti falta de algumas explicações. Apesar do final me ter desiludido um pouco a experiência de leitura foi positiva. O grande segredo não é tão grande assim. Digam-me de vossa justiça, ficaram surpreendidos?

 

Recomendo. Uma livro que não pretende ser mais do que é. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

DAN BROWN EM LISBOA BREVEMENTE

por Cláudia Oliveira, em 11.09.17

Origem_DB.jpg

Dan Brown, o autor norte americano, vem a Portugal para promover o seu trabalho no dia 15 de Outubro. Será no Centro Cultural de Lisboa, com entrada livre. Será uma oportunidade única num dos eventos mais esperados do segundo semestre. Antes, dia 4 do próximo mês o livro será lançado em todo o país numa edição especial de capa dura com cerca de 550 páginas.

 

Conto estar presente no evento para conhecer o autor e partilhar tudo com os leitores deste blog e seguidores do canal "A Mulher que Ama Livros". Estou entusiasmada e curiosa em relação ao próximo livro depois de ter adorado o conhecido "Código da Vinci" e ter ficado desiludida qb com o "Inferno" (podem ver o vídeo AQUI).

 

Parece que desta vez vamos até Espanha com o nosso professor Langdon. 

 

Ora espreitem a sinopse:

 

Bilbau, Espanha.
Robert Langdon, professor de simbologia e iconologia religiosa da universidade de Harvard, chega ao ultramoderno Museu Guggenheim de Bilbau para assistir a um grandioso anúncio: a revelação da descoberta que «mudará para sempre o rosto da ciência.» O anfitrião dessa noite é Edmond Kirsch, bilionário e futurista de quarenta e dois anos cujas espantosas invenções de alta tecnologia e audazes previsões fizeram dele uma figura de renome a nível global. 

Kirsch, um dos primeiros alunos de Langdon em Harvard, duas décadas atrás, está prestes a revelar um incrível avanço científico… que irá responder a duas das perguntas mais fundamentais da existência humana. No início da noite, Langdon e várias centenas de outros convidados ficam fascinados com a apresentação tão original de Kirsch, e Langdon percebe que o anúncio do amigo será muito mais controverso do que ele imaginava. Mas aquela noite tão meticulosamente orquestrada não tardará a transformar-se num caos e a preciosa descoberta do futurista pode muito bem estar em vias de se perder para sempre.

Em pleno turbilhão de emoções e em perigo iminente, Langdon tenta desesperadamente fugir de Bilbau. Tem ao seu lado Ambra Vidal, a elegante diretora do Guggenheim que trabalhou com Kirsch na organização daquele provocador evento. Juntos, fogem para Barcelona, com a perigosa missão de localizarem a palavra-passe que os ajudará a desvendar o segredo de Kirsch.

Percorrendo os escuros corredores de história oculta e religião extremista, Langdon e Vidal têm de fugir de um inimigo atormentado que parece tudo saber e que parece até de alguma forma relacionado com o Palácio Real de Espanha… e que fará qualquer coisa para silenciar para sempre Edmond Kirsch.

Numa viagem marcada pela arte moderna e por símbolos enigmáticos, Langdon e Vidal vão descobrindo as pistas que acabarão por conduzi-los à chocante descoberta de Kirsch… e a uma verdade que até então nos tem escapado e que nos deixará sem fôlego.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ando a ler "Inferno" de Dan Brown. O único livro que li dele chama-se "Código da Vinci", toda a gente conhece. Toda a gente. Excepto quem vive debaixo de uma pedra. Ando a ler o livro no Kobo, o livro vai demorar para estrear em Portugal. Já saiu a versão inglesa. Portugal é o último, é quase sempre o último a editar os livros que todos querem. Não li os outros livros do Dan mas tenho ali um ou dois, nem sei bem. Este teve a minha atenção porque já passaram anos suficientes para o autor aprender e amadurecer, fiquei com a sensação que será o seu segundo grande sucesso. Para além disso, todo o mistério à volta da obra só dá mais vontade de querer ler.

 

O prólogo começa muito bem. Dinâmico, misterioso e dramático. Os primeiros capítulos estão cheios de acção. Robert Langdon encontra-se num hospital com amnésia, logo depois está a fugir de um assassino ao lado de uma médica com um QI de 208. Ao fim de cinquenta páginas, começo a juntar peças na minha cabeça e acho que já sei o que vai acontecer com esta médica. Espero que não, espero ser surpreendida. Existe um objecto muito perigoso no meio desta trama mas ainda não sei o que é. Muitas perguntas em pouco tempo, espero que não fiquem pontas soltas. Para já, estou super entusiasmada e a gostar muito.

Autoria e outros dados (tags, etc)



SOU LEITORA BETA CONTACTE-ME PARA AVALIAÇÃO contactoclaudiaoliveira@gmail.com

BREVEMENTE

Resultado de imagem para mario de carvalho novidade porto editora  Cronovelemas






CLUBE DOS CLÁSSICOS VIVOS

Resultado de imagem para a ilustracasa de ramires asa eça