Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


QUER ANUNCIAR O SEU LIVRO? contactoclaudiaoliveira@gmail.com


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Mar | Afonso Cruz

por Cláudia Oliveira, em 23.03.15

 

Afonso Cruz é um dos meus autores preferidos, senão o preferido vivo em terras lusas. É o meu autor de leitura reconfortante, apaixonei-me por ele há dois anos com o livro "Para Onde Vão Os Guarda-Chuvas". 

Mar, é o último volume da Enciclopédia da Éstória Universal, um romance cheio de história interligadas. Este foi o meu primeiro contacto com a Enciclopédia da Estória Universal. A estrutura é original, quando pegarem no livro para ler vão perceber o que quero dizer com isso. Antes de mais, a Alfaguara está de parabéns pela edição linda. 

Mar começa com a morte de uma mulher, pendurada numa árvore com uma corda ao pescoço. Essa mulher matou-se por não aguentar viver com o seu marido. Um homem rude, torna as pessoas à sua volta pequenas, cheias de medo. É o caso da sua filha, ela descreve os momentos com o seu pai como agonizantes e frios. A menina vive com medo de chorar a morte da sua mãe. Nos passeios pela praia, ela encontra várias mensagens dentro de garrafas. Mais tarde, descobrimos a história dessas mensagens. A história é muito bonita, foi a minha preferida neste conjunto de histórias.  

A sensibilidade do autor é mais uma vez patente neste romance. As frases incrivelmente belas, a tristeza acumulada é sentida pelo leitor ao longo das páginas. Não é de todo um romance para ler com correria.

Uma das minhas frases preferidas:

Uma mulher quando dá à luz gera um filho, e um filho, ao nascer, gera uma mãe. A vida é uma máquina que funciona para todos os lados.

Três estrelas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Madalena a 23.03.2015 às 10:06

Está na lista para ler muito em breve. O que faltou para mais uma estrela? :)
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 23.03.2015 às 10:19

Acho que o livro perdeu força na segunda parte, perdi o interesse nas histórias. E quando comecei a gostar outra vez, acabou.

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor


QUER ANUNCIAR O SEU LIVRO? contactoclaudiaoliveira@gmail.com


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D