Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

amulherqueamalivros

"Lion" Um pouco de cinema

IMG_20170131_125420.jpg

 

 

Confesso que não amei o livro. "A Longa Estrada para Casa" apesar de ser uma história triste e real não me arrebatou. Alegrou-me saber que acabou bem. O livro começa pelo final, revela o reencontro de Saroo com a mãe biológica. E não é spoiler, é revelado em cada canto do livro. É a busca de Saroo pelo regresso  a sua casa. Ele perde-se de uma forma estúpida e a sua vida acaba por sofrer uma reviravolta de 360 graus. Talvez se aquela primeira página não estivesse exposta no inicio do livro eu teria outra experiência ao longo da leitura. A sensação de angustia seria permanente. Mas gostei e valeu a pena ler alguns pormenores que não aparecem no filme. E por falar no filme, gostei dele. Mais dele do que do livro. A cena final foi emocionante, chorei litradas. E aqui eu já conhecia a história. Talvez tenha sido o poder das imagens a superar o poder das letras. As adaptações começam a dar cartas e a frase: "o livro é melhor que o filme" perde a sua força. O pequeno Saroo é um mimo, não dá para ficar indiferente. E sabem o que mais me revoltou? A realidade das crianças exposta no filme. Milhares de crianças sofrem na rua, muitas crianças passam fome. O filme faz serviço publico, uma valente chamada de atenção em relação a essa triste realidade. A sorte de Saroo? Ter os melhores do seu lado. Pessoas que sempre o apoiaram ao longo de toda a jornada. Maravilha. 

4 comentários

Comentar post