Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor



Links

Opiniões

Blogs




Flores | Afonso Cruz

por Cláudia Oliveira, em 05.11.15

 

 

Afonso Cruz é o meu escritor português contemporâneo preferido. Posto isto, começo sempre os seus livros com elevada expectativa. Emociono-me com facilidade e fico dentro da história vários dias (se não uma vida). Aconteceu novamente.

A vida de dois homens vai cruzar-se após uma situação caricata. O senhor Ulme não se lembra de ter visto uma mulher nua perante uma revista pornográfica. Desta forma, o narrador decide ajudar o senhor Ulme a encontrar as lembranças perdidas. Primeiramente quero contar-vos que adorei o senhor Ulme, é um homem extraordinário. Transmite uma beleza encantadora. Ulme alerta constantemente o narrador, que por sua vez nos alerta, para as coisas que nos passam ao lado. As flores. Em busca de respostas, o narrador depara-se com vários questionamentos sobre a sua própria vida. Para além disso, vai encontrar opiniões distintas em relação ao senhor Ulme. Qual será a verdadeira? As pessoas que encontramos ao longo da vida formam uma ideia sobre nós, nem sempre perto da realidade.

Tive uma experiência maravilhosa ao ler este livro. Li-o na altura certa. Com a disposição certa. Afonso Cruz inspira-me e transforma tudo o que está à minha volta com as suas palavras. Flores. Guarda-chuvas. Gostava realmente de conseguir transmitir o que senti no final deste livro, mas sendo uma experiência pessoal e intransmissível, esta não passa de uma tentativa falhada. Tentei.

Identifico-me com esta história. Com as escolhas destes personagens. Passo pelas flores sem reparar nelas, mas encontro sempre o chapéu em cima da cama. Ora, deixo-o estar onde o encontrei, ora pego nele e guardo-o. Flores. Chapéu. Guarda-chuva. 

Este livro é perfeito. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Laís Pragana a 06.11.2015 às 07:13

Querida Claudia,
primeiramente gostaria de dizer que, por conta de te acompanhar diariamente no snapchat, agora leio seus textos com sua voz na cabeça! É muito incrível isso! Estamos longe, mas estamos perto. :)
Em segundo: que resenha apaixonante! Se já me interessava pelo livro antes, agora é que correrei para comprá-lo de qualquer forma. Obrigada por compartilhar sua opinião sobre ele conosco...espero que a minha leitura me traga tantas coisas boas quanto trouxe para você.
Um beijinho,
Laís
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 06.11.2015 às 09:08

Doce Laís,

obrigada pelo seu comentário simpático. Fico contente que tenha passado uma mensagem apaixonante com este texto. É um livro muito especial. Espero que consiga ler em breve e goste muito dele. Não se esqueça de partilhar comigo. :)
O snapchat é uma rede social incrível porque aproxima as pessoas. E cada vez gosto mais...

Beijinhos. Recentemente comecei a ler o seu blog e gosto muito.Acabamos sempre por colar a voz ou rosto. É inevitável. :D
Sem imagem de perfil

De Michelle a 07.11.2015 às 09:34

Do Afonso Cruz, só li Os Livros que Devoraram Meu Pai e achei uma gracinha.
Preciso urgentemente conhecer outros trabalhos dele! Esse parece tocante.
Beijo!

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor



Links

Opiniões

Blogs