Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor



Links

Opiniões

Blogs




Butcher´s Crossing | John Williams

por Cláudia Oliveira, em 21.03.16

IMG_9065.PNG

 

 

 

No Goodreads

Minha pontuação 4*

 

John Williams, um dos escritores mais falados no ano passado com o seu livro incrível intitulado Stoner.  O caso típico de sucesso literário após a sua morte.

 

Este romance é completamente diferente do seu primeiro grande sucesso. Reconhecemos neste livro a escrita crua, a excelente construção dos personagens e ambiente da história. Neste aspecto, o livro conquistou-me, o talento do autor é apaixonante. 

 

William Andrews tem vinte e poucos anos, viaja até Butcher´s Crossing com o objectivo de conhecer mais aquela aldeia através de uma expedição. Assim que chega ao hotel pergunta pelo conhecido JD McDonalds, um homem que domina as terras através da caça de animais e a venda das peles. É ele que vai indicar outro homem, Miller, ao William para este atingir o seu propósito numa viagem que irá mudar para sempre a sua vida. 

 

Achei interessante a discussão que o autor levanta acerca das diferenças entre a educação dos personagens. O William estudou vários anos num colégio ao contrário dos homens que irá encontrar em Butcher´s Crossing. A experiência de vida versus a teoria. A diferença entre o comportamento dos homens é notória.  

 

O livro foca-se também na caça dos animais, mais precisamente no comércio das peles. Um assunto que me incomoda, confesso. A luta desigual entre os homens e os animais. A natureza deixa de ser apenas o pano de fundo deste romance para passar a ser quase que um personagem. Existem várias passagens profundas e belas onde o tamanho do homem é diminuído através da força da natureza. 

 

O que não gostei neste livro. O romance forçado e desnecessário. O livro caminhava tão bem até que o protagonista se apaixona pela única mulher existente neste livro. Uma prostituta chamada Francine. O autor ainda tentou dar força a essa personagem de forma a equilibrar a história, mas nunca me convenceu. E o final em relação ao romance, deixou muito a desejar. 

 

Recomendo aos leitores de Stoner, mas fica o aviso que não vão sair deslumbrados desta experiência como sairam da primeira vez. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De Sónia Pereira a 22.03.2016 às 11:57

Já comprei o livro e será o próximo que lerei quando acabar o que estou a ler agora (último livro da tetralogia de Elena Ferrante) e confesso que foi Stoner, do mesmo autor, que me impeliu a adquirir este.
Seria difícil replicar a proeza que o autor atingiu com Stoner, talvez o melhor livro que li no ano passado, mas mesmo assim estou com curiosidade. Obrigada pelo post. Já fico a saber com o que contar. :)
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 26.03.2016 às 12:07

Assim não vais com a expectativa tão alta...como eu fui :)
Sem imagem de perfil

De Ana a 22.03.2016 às 16:43

O que não gostei mesmo nada no livro foram as imensas gralhas, os demasiados erros ortográficos de quem ninguém fala. Encheu não se escreve com X. Mas nem o tradutor nem o revisor notaram...
Tal como Oblomov quase a cada linha tem erros de paginação e gralhas etc etc.
Livros caros neste estado!
Mas como nunca nos queixamos nada muda.
Um desrespeito para com os leitores.
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 26.03.2016 às 12:07

Um enorme desrespeito, concordo!

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor



Links

Opiniões

Blogs