Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




SOU LEITORA BETA CONTACTE-ME PARA AVALIAÇÃO contactoclaudiaoliveira@gmail.com

BREVEMENTE

Resultado de imagem para mario de carvalho novidade porto editora  Cronovelemas






CLUBE DOS CLÁSSICOS VIVOS

Resultado de imagem para a ilustracasa de ramires asa eça

"AS VINHAS DA IRA" | JOHN STEINBECK

por Cláudia Oliveira, em 16.08.17

tempImage (1).jpg

 

"As casas no campos, tinham sido abandonadas, e os campos consequentemente, também haviam sido abandonados. Somente nos depósitos dos tractores, cujas chapas onduladas brilhavam como prata polida, havia vida e esta vida era alimentada com metal, gasolina e óleo, enquanto os discos das charruas reverberava ao sol."

 

"Os ratos entravam e acumulavam provisões aos cantos, nas caixas e ao fundo das gavetas, nas cozinhas. E as doninhas entravam e caçavam os ratos, e as corujas pardas esvoaçavam, guinchando e tão depressa entravam como saíam."

 

Citado na minha leitura anterior, surgiu a vontade de ler este livro. Procurei por um exemplar no site de vendas de usados e encontrei este por cinco euros. Gosto imenso da colecção Dois Mundos, portanto fiquei bastante satisfeita quando o livro chegou à minha casa em óptimas condições. Entretanto, a editora Livros Brasil já deu uma nova capa ao livro e é fácil encontrar nas livrarias. Este livro venceu o Prémio Pulitzer em 1940 e o autor recebeu o Nobel da Literatura em 62.

 

A história passa-se na década de 30, no período da Grande Depressão. Uma época de grandes dificuldades atingindo vários sectores da actividade económica em vários países. Nesta história John Steinbeck foca-se nos campos das grandes planícies no Texas e do Oklahoma atingidas por uma tempestade de poeira provocando assim um êxodo para Califórnia dos habitantes daquelas terras em busca de trabalho para sustentar a família e sobreviverem.

 

Não sei como é que o Steinbeck faz mas consegue sempre encantar-me com os seus livros. Cria personagens com quem é fácil criar empatia e ligações fortes. Para o resto da vida. As suas histórias mostram-nos o tamanho dos nossos problemas como um ponto minúsculo perante as dificuldades das suas personagens. Foi uma agonia constante pegar neste livro pela tristeza que nela contém. No entanto, apesar de sofrida foi uma experiência de leitura intensa e enriquecedora. Ninguém termina este livro da mesma forma como começou. É aquele livro que muda a perspectiva e nos vira do avesso com as injustiças. 

 

Depois vi o filme e adorei. Uma excelente adaptação. Ver as personagens ganharem vida é maravilhoso. Sobretudo se correspondem totalmente ao que imaginámos. 

 

Este livro é um dos meus favoritos da vida, só podia recomendar. Maravilhoso, obra prima. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Bárbara Ferreira a 16.08.2017 às 09:32

Tenho este em casa na pilha gigantesca por ler. Adoro Steinbeck. Tenho de lhe pegar :)
Imagem de perfil

De Inês a 16.08.2017 às 12:58

Também adoro essa colecção, quando quero comprar livros clássicos procuro sempre por ela. Tenho esse em casa mas ainda não li, está na lista :)
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 17.08.2017 às 15:25

Também adoro. Sempre primorosa em relação à tradução.

Comentar post




SOU LEITORA BETA CONTACTE-ME PARA AVALIAÇÃO contactoclaudiaoliveira@gmail.com

BREVEMENTE

Resultado de imagem para mario de carvalho novidade porto editora  Cronovelemas






CLUBE DOS CLÁSSICOS VIVOS

Resultado de imagem para a ilustracasa de ramires asa eça