Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Alucinadamente Feliz | Jenny Lawson

por Cláudia Oliveira, em 27.05.16

IMG_0051.JPG

 

 

No Goodreads

Minha pontuação 4*

 

Com este livro soltei gargalhadas no escuro do meu quarto. De forma divertida, Jenny expõe os seus problemas. Ela sofre de depressão, ansiedade, transtorno mental, distúrbio de automutilação, transtorno de personalidade. Mas ao contrário do que seria de esperar, ela é uma pessoa com um sentido de humor incrível. Este livro está longe de ser aborrecido. 

 

O objectivo da Jenny é ser alucinadamente feliz, viver a vida com consciência dos seus problemas. É de forma despretensiosa que ela aborda as doenças e dá alguns conselhos. 

 

"Você aprende a reconhecer que o que faz você feliz é muito diferente do que as pessoas dizem que deveria fazer você feliz".

 

Nunca sofri nada do género, mas cada vez conheço mais pessoas com depressão e  ansiedade. Nunca sei muito bem como ajudar ou abordar este assunto. Às vezes, é fácil fingir que não existem, mas não é essa a melhor solução. Então, vou lendo livros sobre o tema e procurar algumas respostas. 

 

"Quando compartilhamos nossas batalhas, outras pessoas reconhecem que podem compartilhar as suas. E, de repente, percebemos que as coisas que nos envergonham são as mesmas que todo o mundo enfrenta uma hora ou outra."

 

Com este livro aprendi que é possível ser alucinadamente feliz, desde que tenhamos amigos ou familiares que se preocupem connosco e estejam ao nosso lado até na loucura. Este livro chega como uma lufada de ar fresco no meio de livros nostálgicos e tristes. A escrita da Jenny é muito próxima do leitor, como se estivéssemos a escutar uma amiga. 

 

"Suspeito que na outra vida eu tenha sido uma estátua, porque sou muito boa nisso."

 

Sinopse numa frase: Jenny quer ser alucinadamente feliz enquanto toma vários comprimidos para transtornos mentais. 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor


AUTORES QUE NOS UNEM

VISITA O SITE