Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




"Orgulho e Preconceito" de Jane Austen

por Cláudia Oliveira, em 27.12.13

Decidi ler este livro há muito tempo atrás mas a edição da biblioteca era péssima e só voltei a arriscar quando comprei esta edição linda da Editora Civilização. Aconselho este edição para quem está a pensar comprar o livro. Demorei seis dias para terminá-lo, a leitura é feita de forma lenta. Este livro não com certeza o melhor livro para leitores de leitura rápida, é para apreciadores com paciência para uma boa historia.

 

O que conta este romance?

 

O romance conta a história de amor de Elizabeth e Mr. Darcy, na Inglaterra no XIX século . Como indica o título, ambos são levados a passar por cima dos seus defeitos e preconceitos para aceitar o amor. Existe também uma critica à sociedade inglesa naquela época. Mulheres preparadas e unicamente interessadas no casamento. 

 

O que mais gostaste?

 

Dos personagens. Adorei Mr. Darcy, nunca consegui odiá-lo. Gosto imenso de personagens misteriosos, caixas de surpresas. Ele encantou-me. Adorei o pai de Elizabeth, é o pilar daquela família, diz sempre as coisas certas. Acho que Jane Austen consegue construir muito bem todos os personagens, tornando-os humanos, com defeitos e qualidades. A história tem imensos personagens, dá um belo retrato da sociedade daquela época. 

 

A história de amor é muito bonita. Romper com os preconceitos e aceitar a chegada do amor é o momento alto do casal protagonista. O orgulho cega-nos. Não nos deixa aceitar a verdade. Ela, mais que ele, luta contra si mesma e quando percebe que está apaixonada sente-se aflita, com medo de aceitar os seus sentimentos. Ela tira conclusões precipitadas em relação ao carácter do Mr. Darcy. Nós também somos levadas ao engano. 

 

O que menos gostaste?

 

A narrativa é lenta. Foi difícil para mim entrar no romance. Arrastei até à página cem. Depois, comecei a gostar, acabei por ficar rendida no final. É o único ponto menos positivo, mas faz parte das características da autora. 

 

Mrs. Bennet é a personagem que mais me irrita ao longo desta história. Está permanentemente obcecada com o casamento das filhas e com o dinheiro dos genros. Acho-a fútil e extremamente irritante. Contudo, é uma personagem crucial nesta história. 

 

Recomendas o livro?

 

Sem dúvida. É um clássico muito bem escrito. Recomendaria sobretudo a apreciadores de clássicos e histórias de época. Outra recomendação é o filme, que apesar de inferior, está muito bonito. 

 

Conclusão

 

Que história maravilhosa! Estou completamente rendida depois de tanto resmungar com a lenta escrita de Jane Austen

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor


AUTORES QUE NOS UNEM

VISITA O SITE