Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Oscars | nomeados

por Cláudia Oliveira, em 24.01.17

Para ver AQUI

 

Voltamos com o Projecto "Saga Oscar". Um Projecto que ocorre neste blog desde 2013. Consiste em ler os livros que foram adaptados para os filmes nomeados e ver todos os filmes nomeados. Uma grande ausência: o filme de animação "Sing". De resto, tudo perfeito. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

O que mais gostamos de ler em blogues literários

por Cláudia Oliveira, em 24.01.17

 

Primeiro, o que são blogues literários?

São blogues dedicados à exposição de opiniões em relação às suas leituras. Não são necessariamente escritos por críticos literários ou especialistas em literatura. Se alguém tiver uma definição melhor deixe nos comentários.

 

- Opiniões com poucos detalhes

Os leitores não gostam de saber muitos pormenores dos livros que vão ler. Gostam de conhecer o enquadramento geral e as emoções passadas. Quanto menos, melhor.

 

- Desafios literários

Gostam de conhecer os desafios literários espalhados por aí e até participar em alguns. Sentem como um incentivo e uma forma de ler géneros normalmente deixados para segunda opção.

 

- TAGs

Sobretudo TAGs com conteúdo, com algumas dicas interessantes e temas pertinentes.

 

- Noticias e tópicos de discussão

Os leitores de blogues literários gostam de ter acesso a noticias rápidas e lançamentos. Gostam de estar informados das novidades.

 

- Aquisições

Compras literárias com uma leve nuance da sinopse.

 

- Listas

Listas diversas.

 

-  Conteúdo próprio e original

Personalidade do autor do blogue inserida no conteúdo do blogue assim como originalidade na criação de conteúdo. 

 

Alguma coisa a acrescentar?

Autoria e outros dados (tags, etc)

"O Rapaz e o Pombo" | Cristina Norton

por Cláudia Oliveira, em 23.01.17

IMG_20170123_132347.jpg

 

Este livro trouxe-me mais informação sobre o holocausto. Nunca tinha lido tantas informações sobre Portugal naquela altura. Alguém pode indicar-me mais um livro com o mesmo enquadramento social? 

 

O rapaz deste livro pode ser qualquer criança separada da mãe durante a segunda guerra mundial. Uma criança não entende o que se passa à sua volta, vai observando os outros e tirando as suas próprias conclusões. Sabe que tem de partir com a irmã, não pode ver os os pais e tem de deixar o seu animal de estimação em casa. Não tem muita comida e precisa de rapar o cabelo. O rapaz do pombo, como ele é tratado, sente saudades da vida que deixou. O pombo era um dos seus poucos amigos. Aquela "ratazana do esgoto" era a sua companhia quando as outras crianças lhe viravam a cara. 

 

O pombo representou nesta história, ao meus olhos, a liberdade dos judeus. Um animal ferido, preso numa gaiola, à espera de voltar a voar.

 

Este livro conta uma história  inspirada em factos verídicos. Está tudo bem explicado no final. A autora dá voz às mulheres que eram usadas como prostitutas, violadas para saciar o desejos dos homens, mulheres que perdiam os seus filhos assim que nasciam. Revela o que se passava no nosso país, como conseguiram superar a guerra mantendo uma postura neutra. Ela afirma que queria que o rapaz representasse todos os outros. 

 

Gostei do livro. Li-o rapidamente, devido à escrita simples e intensa da autora. Senti-me perto daquele rapaz. Revoltei-me com a dor daquelas mulheres. No final já estava um bocadinho cansada da história, mas cheguei ao final com a sensação de melancolia e uma tristeza imensa. Pensei muito naquelas pessoas. Nem consigo imaginar o sofrimento daquelas famílias. É nos livros onde é descrita a maldade dos seres humanos com os da sua espécie que encontro o tamanho do meu sofrimento e dos que se queixam por tudo e por nada. Não temos nada para nos queixar enquanto estivermos perto da nossa família e com comida no prato. 

 

Mais um livro necessário, intenso e destruidor. Leiam!

 

livro cedido pela editora

Autoria e outros dados (tags, etc)

Virou série | "O Filho" | Philipp Meyer

por Cláudia Oliveira, em 23.01.17

O Filho.jpg

 

Este livro foi adaptado para uma série televisiva. Chega aos ecrãs em Abril. Conta com 10 episódios. Tenho o livro na estante desde o ano passado. Chegou a hora dele. Pretendo colocar o livro na lista das minhas próximas leituras. Talvez Fevereiro ou Março. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

"A Filha Obscura" | Elena Ferrante

por Cláudia Oliveira, em 20.01.17

 

Após a leitura de um livro da italiana Elena Ferrante eu mudo. Cresço como mulher, como leitora. Os livros dela têm esse efeito sobre mim. Não fosse ela a minha escritora preferida. Não fosse ela a escritora que mais escreve sobre mim sem conhecer-me pessoalmente. Ela é brilhante!

 

Este mês pretenda ler o quatro livro da série napolitana, mas optei por ler um conto chamado "A Filha Obscura". Li em ebook na versão pt-br ("A Filha Perdida"), mas o conto já foi traduzido e editado em Portugal juntamente com outros contos. O livro chama-se "As Crónicas do Mal de Amor". Esta edição tem três contos: "A Filha Obscura", "Dias de Abandono" e "Um Estranho de Amor". Obrigada a quem me alertou no meu último vídeo. Sendo assim já não há desculpa, podem (e devem) ler este conto!

 

Não vão simpatizar com a protagonista. Vão julgar as suas atitudes e palavras. Muitos consideram a sua atitude vinda de uma mulher amargurada e egoísta. Tavez o que ela tenha feito não seja o mais bonito, mas eu consegui compreender. Talvez muitas mães vão conseguir entender também. Outras nem por isso. Vão apontar o dedo. Como fazem na vida real. Por isso, muitas se calam e fingem que está tudo bem. Eu gostei dela. Muito. Gosto da forma como ela diz a verdade. Sem filtros. Da sua coragem e da despreocupação em relação aos outros (nós, leitores). A forma como fala sobre a maternidade apesar de ser contra a ideia cor de rosa e feliz implementada na sociedade. São pensamentos justos? São sinceros. 

 

O livro mexeu tanto comigo que ainda hoje penso nele. Já o terminei há uma semana. Ontem fui deitar-me com a história na cabeça, com uma situação em particular. Penso nessa mulher várias vezes. E pretendo reler o conto, desta vez na versão pt-pt após a aquisição (ou requisição) do mesmo. No entanto, tenho de terminar a série napolitana. Eu ando a evitar dizer adeus à Lila e Elena, mas é necessário. 

 

Elena Ferrante nunca me desiludiu. Mais um conto fabuloso!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Lançamento | "Confissões de Inverno" | Brendan Kiely

por Cláudia Oliveira, em 19.01.17

9789722532211_ Confissões de Inverno.jpg

Dia 20 nas livrarias. Temas fortes e polémicos. Pretendo ler este livro. Urgentemente!

 

Sinopse

 

Confissões de Inverno é o romance de estreia de Brendan Kiely, uma obra pujante sobre o retrato multidimensional de um jovem adolescente que lida com os desafios implacáveis da passagem para a idade adulta. Este é um livro que explora vários temas sensíveis: a crise de identidade, o desmoronamento familiar, a falta de redes de apoio, a ausência de um sentido de pertença, o consumo de drogas e ainda o abuso sexual no seio da igreja católica.  

Aidan é o protagonista deste livro, um jovem vulnerável que encontra no padre Greg um amigo e confidente, mas cujo elo de confiança é quebrado de forma trágica.

Brendan Kiely é natural de Boston, cidade norte-americana onde, em 2002, rebentou o escândalo dos abusos sexuais por padres católicos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

De 5 em 5 + Leituras em Andamento (23)

por Cláudia Oliveira, em 18.01.17

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 projectos prestes a rebentar e acompanhar!

por Cláudia Oliveira, em 17.01.17

Eu vi como gostaram do último post onde divulguei os projectos de 2017 espalhados pela comunidade booktube ( e não só). Vai daí decidi divulgar mais quatro projectos fantásticos. Espero que gostem!

 

- Maratona literária "Reading About Reality". O vídeo de apresentação da Sara Cristina. Adoro adoro os temas escolhidos, a temática são os diversos problemas sociais. A maratona acontece entre o dia 1 ao dia 14 de Fevereiro. Vou participar com um livro no mínimo. Ainda não escolhi. 

16113950_10209706005665226_7406792798541529955_n.j

 - Projecto "Ouça Mulheres". No blog da Alexandra. A ideia é a divulgação das mulheres na área da música. 

- "10 Filmes em Dez Dias". Um grupo de pessoas queridas do youtube reuniram-se para criar a #MaratonaAperteOPlay. Já começou dia 15 em Janeiro mas vale a pena acompanhar. Muito diversificado! 

As categorias são:
1 - Adaptação literária
2 - Clássico
3 - Filme em preto e branco
4 - Filme musical
5 - Filme latino-americano
6 - Documentário
7 - Filme de uma nacionalidade que você nunca tenha assistido
8 - Filme dirigido por mulher
9 - Filme vencedor do Oscar
10 - Uma animação

 

- "BloodyQueen" na página das Marauders com a participação da Raquel. Um mês dedicado à Agatha Christie com desafios e surpresas. Participo neste sem dúvida! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Lançamento | "O Livro do Hygge" | Meik Wiking

por Cláudia Oliveira, em 17.01.17

 

 

Não vejo a hora de começar a ler este livro! Estou mega entusiasmada! 

 

Sinopse

 

Bestseller internacional de novo conceito que vem revolucionar a vida dos portugueses. Da autoria do presidente do The Hapiness Research Institute, este livro apresenta o conceito de Hygge. O Hygge não se explica, sente-se, mas é a razão de a Dinamarca ser muitas vezes tida como o país mais feliz do Mundo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Um Final Feliz" | Annie Darling

por Cláudia Oliveira, em 17.01.17

DSC01511.JPG

 

Este livro é muito ao género de uma comédia romântica. 

 

Naqueles dias mais chatos, em que precisamos de uma boa gargalhada, este é o género de livro ideal. Passamos um bom bocado, sonhamos e sorrimos. Por ser um livro sobre livros tive curiosidade em lê-lo. Tem boas opiniões espalhadas pela comunidade booktube e o título captou o meu interesse. 

 

A dona da livraria Bookends morre e deixa a livraria ao cuidado da Posy e do seu sobrinho Sebastian. O Sebastian é conhecido por ser o homem mais arrogante de Londres. Ela é uma eterna romântica. A livraria não caminha para o sucesso e precisam de uma solução. 

 

Não concordei com as escolhas da Posy, não senti empatia pelo Sebastian. Mas ao longo da histórias tudo se recompõe e acabei por gostar do desenlace. Fala evidentemente de livros, não fosse a Posy uma leitora ávida e apaixonada. A narrativa flui, somos levados e encantados. O final é o melhor na minha opinião. Não foi um livro marcante, nem a melhor história de amor, mas gostei muito.

 

Li o livro na altura ideal, final do ano e com o espírito leve. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor



subscrever feeds