Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Lidos em Novembro

por Cláudia Oliveira, em 30.11.15

 

Flores, Afonso Cruz - 5 estrelas Opinião AQUI

No Teu Ventre, José Luis Peixoto - 5 estrelas Opinião AQUI

Eu Confesso, Jaume Cabré - 5 estrelas

A Viagem Vertical, Enrique Vila-Matas - 4 estrelas

O Ano da Morte de Ricardo Reis, de José Saramago - 5 estrelas Opinião AQUI

As Horas, de Michael Cunningham - 4 estrelas

 

Em Novembro li seis livros. Gostei de todos, sem excepção. Tive muita sorte nas escolhas. Li pela primeira vez dois autores e gostei bastante de ambos. Sobretudo o livro escrito por Jaume Cabré. O livro Eu Confesso é fabuloso. Valeu a pena ler as setecentas e trinta páginas. Li três autores portugueses e gostei imenso de todos. São livros que recomendo muito. Todos eles. Não li nenhuma mulher. Não consegui terminar Cem Anos de Solidão, mas estou quase. Vou começar muito bem o mês de Dezembro. Também não terminei de ler o livro escolhido no Clube dos Clássicos Vivos, Margarita e o Mestre, do Mikail Bulgakov. Nem sei se vou ler em Dezembro. Vou tentar. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um livro espectacular de receitas

por Cláudia Oliveira, em 30.11.15

Hoje devo fazer uma receita deste livro. Aliás, pretendo usá-lo realmente ao contrário de todos os livros de receitas que comprei ao longo da vida. Este livro está maravilhoso. É de capa dura, tem fotos muito bonitas e receitas que parecem saborosas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dlog #151 | Tanta magia

por Cláudia Oliveira, em 27.11.15

Começo a perceber a magia do livro Cem Anos de Solidão, e o motivo dele ser o livro da vida de alguns leitores. Começo a perceber e estou apaixonada. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Wook Amiga

por Cláudia Oliveira, em 26.11.15

AQUI

Autoria e outros dados (tags, etc)

Complemento ao Projecto Literário Harold Bloom

por Cláudia Oliveira, em 26.11.15

Para completamentar o meu Projecto Literário Harold Bloom  comprei mais um livro do autor. Comprei-o em segunda-mão por dez euros. Um livro sobre livros, grandes clássicos e ainda divaga sobre a arte de ler. "Não há uma forma única de ler bem, apesar de existir uma razão fundamental para ler", diz a contra-capa deste livro. 

 

Fiquem com as fotos do índica para terem uma ideia. 

 

IMG_4377.JPG

IMG_4380.JPG

 

IMG_4379.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

2016 / Desafios/Projectos Literários | Harold Bloom

por Cláudia Oliveira, em 25.11.15

Consiste em ler todos os livros citados no livro O Cânome Ocidental, Os grandes livros e os escritores essenciais de todos os tempos, de Harold Bloom. O autor levanta a seguinte questão: "o que o indivíduo que ainda deseja ler deveria tentar ler, a essa altura da História?" e propõe um guia para os grandes livros e escritores essenciais de todos os tempos.

 

Vou apenas indicar-vos alguns autores citados na lista. São várias obras, vários autores. Nem dá para contabilizar. A lista é extensa e está dividida por quatro partes:

A Idade Teocrática

Por exemplo: Homero; Ésquilo; Sófocles; Eurípides; Aristóteles; Esopo; Plauto; Ovídio; Santo Agostinho; Alcorão; Bíblia; As Mil e Uma Noites; ...

A Idade Aristocrática

Por exemplo: Dante; Maquiavel; Miguel de Cervantes; Shakespeare; John Milton; Jonathan Swift; Daniel Defoe; Moliére; Voltaire;...

A Idade Democrática

Por exemplo: Eça de Queirós; Victor Hugo; Gérard de Nerval; Honoré de Balzac; Stendhal; Gustave Flaubert; Émile Zola; Jane Austen; Charles Dickens; Oscar Wilde; Nikolai Gogol; Dostoievski; Tolstoi; Walt Whitman; Kate Chopin; Henry James; Mark Twain;...

A Idade Caótica

Por exemplo: Alberto Moravia; Sophia de Mello Breyner; Marcel Proust; George Bataille; Albert Camus; Simone de Beauvoir; André Malraux; Marguerite Duras; Thomas Hardy; Somerset Maugham; H.G. Wells; Virginia Woolf; Samuel Beckett; James Joyce;Lawrence Durrell; George Orwell; Kafka; Thomas Mann; Robert Musil; Maximo Gorki; Ivo Andric; David Grossman; Amos OZ; Alejo Carpentier; Julio Cortázar; Gabriel Garcia Marquez; Chinua Achebe;  Salman Rushdie; Don DeLillo;...

 

IMG_4267.JPG

 

 

IMG_4269.JPG

IMG_4271.JPG

 

Vou tentar começar pelos livros que já tenho na minha estante e depois requisitar a maioria na biblioteca ou comprar em segunda mão. São títulos interessantes, livros que estão há bastante tempo na minha lista de futuras leituras. Este projecto não tem prazo para terminar. Estou super mega entusiasmada com este projecto. 

 

Deixo o convite, caso estejam interessados, para a participação de algum desafio/projecto literário citado neste blogue. 

 

Dou por finalizada a lista dos meus projectos/desafios literários para 2016

Que venha 2016!

3/3

Autoria e outros dados (tags, etc)

O clássico escolhido para fechar 2015 em grande foi Um Conto de Natal (ou A Canção de Natal), de Charles Dickens.

 

Vou mostrar-vos a minha edição. É constituída por vários contos, no entanto só faz parte desta leitura conjunta A Canção de Natal. Eu já li este livro o ano passado mas vou reler com muito agrado. Vou tentar ler na semana do Natal para estar dentro do clima natalício. A minha edição é muito antiga, da Círculo de Leitores, com capa dura e ilustrações. Adoro. 

IMG_4262.JPG

IMG_4263.JPG

IMG_4264.JPG

IMG_4265.JPG

IMG_4266.JPG

 Espero que todos os participantes gostem do livro e tenham uma experiencia de leitura fantástica. Depois do dia um de Janeiro, no grupo do Goodreads, falamos sobre ele. Espero que pelo menos catorze pessoas ( o número de votos) estejam a participar.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

2016 / Desafios/Projectos Literários

por Cláudia Oliveira, em 24.11.15

Vamos continuar a falar nos Desafios/Projectos Literários para o próximo ano?

 

Ler os livros da colecção Biblioteca Prestígio - Comprei esta colecção na expectativa de conhecer vários autores portugueses premiados e até agora só li três títulos dos dezanove (falta-me o número dois, O Evangelho Segundo Jesus Cristo, de Saramago). Tem títulos interessantes, não tem? Sem prazo para terminar. 

 

IMG_4233.JPG

Ler os livros da Marion Zimmer Bradley - Este ano li As Crónicas de Gelo e Fogo do George RR Martin, está na hora de ler a mãe da fantasia. Tenho estes livros há bastante tempo. As Brumas de Avalon (li o primeiro, faltam os outros três); A Casa de Floresta; O Poder Supremo (quatro volumes) Presságio de Fogo; As Mulheres da Casa do Tigre. Sem prazo para terminar. 

 

IMG_4236.JPG

IMG_4234.JPG

IMG_4235.JPG

IMG_4238.JPG

 

Ler a Trilogia Millennium (volume II e III, já li o I), do autor Stieg Larsson - Quero concluir a trilogia até ao final de 2016. As edições empoeiradas da minha estante são de bolso. 

 

continua... sairá mais um post sobre os desafios e projectos literários do próximo ano

2/3

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Ano da Morte de Ricardo Reis | José Saramago

por Cláudia Oliveira, em 24.11.15

 

Vou tentar descrever o que senti durante a leitura deste livro maravilhoso de José Saramago. O Ano da Morte de Ricardo Reis é absolutamente fantástico. Fez-me amar mais Lisboa, as pessoas e a vida. O escritor conseguiu surpreender-me ao longo da leitura e viver algumas semanas no ambiente característico do século XIX. A mentalidade do povo português pouco mudou. 

 

Ricardo Reis regressa do Brasil depois de estar dezasseis anos longe do seu país. O estranhamento inicial e a procura de um lugar para chamar de lar. Passear pelas ruas lisboetas pelo olhar do médico foi agradável. A paixão e o amor entre duas mulheres tão diferentes. Personagens femininas fantásticas. Quando estas mulheres roubam a cena ao protagonista são, sem dúvida, as minhas partes preferidas.

 

Li o livro de forma lenta como a narrativa pede. São expostos vários temas a partir das observações dos personagens e acontecimentos. Os diálogos entre Ricardo Reis e o seu criador deixaram-me fascinada com a forma brilhante como o escritor resolveu contar esta história. 

 

Imersa enquanto folheei as páginas deste livro. Mexeu com as minhas emoções e emocionou-me. Cinco estrelas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dlog #150 | O livro certo para ler no Inverno

por Cláudia Oliveira, em 23.11.15

Não queria terminar o ano sem ler este clássico. Está no desafio da Rory Gilmore, e na minha lista eterna de livros para ler antes de morrer. Não passa de 2015. A primeira vez que tentei ler este livro devia ter uns quinze anos e não consegui passar das primeiras páginas.É o livro da vida de muita gente. Espero que seja verdade e não apenas um título "só para ficar bem". Hoje, assim que li as primeiras páginas fiquei apaixonada e encontrei outro texto. Talvez eu seja outra leitora. É o livro ideal para o frio. A escrita do Gabriel García Márquez tem o poder de aquecer a alma aos leitores mais friorentos. Há leituras certas para cada estação ou é impressão minha? 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Pág. 1/4




Mais sobre mim

foto do autor


AUTORES QUE NOS UNEM

VISITA O SITE


subscrever feeds